27 de set de 2013

Não faz sentido ...

Untitled

Enfim, me vejo sozinha novamente, como a 7 meses atrás, á procura de alguém que possa me fazer feliz novamente. As lembranças insistem em me atormentar, você parece ter um imã que puxa meu olhar, não só ele , mas a mim também. Lembrar de você, de nós, me tortura ainda mais, sentir seu perfume, ouvir a sua voz, é como sentir tudo de novo , ciúmes misturado com saudade, tristeza e alegria.

Ah meu amor, pensar que nunca mais vou me aproximar de você daquele jeito, que nunca mais você vai sorrir por MINHA  causa, teu sorriso, teu olhar, teu abraço, teu beijo, teu cheiro, não são mais MEUS , agora são um pouco de uma e de outra.

Ninguém entende o que eu sinto, mas nem eu me entendo bem. Digo que ninguém vai  te amar como eu, talvez mais, mas nunca da mesma forma que eu amei, pra suportar brigas e birras sem razão, e ainda assim, ter o mesmo sentimento, esperar que enxergasse o meu amor, todas essas lembranças insistem em me assombrar toda vez que eu coloco a cabeça no travesseiro.

E eu daria tudo pra nunca ter que sair do seu abraço, infelizmente, como de costume, o destino insiste em te levar de mim, achando que você o pertence, mas no fim das contas nem a mim  você pertenceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário